Ir para conteúdo

Incêndio em obra de CT do Goiás ainda não tem causa esclarecida

Data: 24/06/2013

ctgoiasjpmedeiros

O Goiás Esporte Clube sofreu um incidente na madrugada desta terça-feira, em suas instalações no Centro de Treinamento Edmo Pinheiro. Ocorreu um incêndio no canteiro de obras da Casa do Atleta e os Bombeiros estiveram no local para apagar o fogo. A causa do incêndio ainda não foi confirmada.

A diretoria ainda não se manifestou sobre o ocorrido no CT Edmo Pinheiro. O presidente do Goiás, João Bosco Luz, não está em Goiânia e só deve falar sobre o assunto na quarta-feira. Há a suspeita de que teria sido uma ação de vândalos que, inclusive, deixaram cartazes em tom de ameaça. A assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros explicou que os bombeiros foram acionados para acabar com o fogo, mas que não sabe como começou o incêndio.

“Combateram um incêndio no canteiro de obras, queimou basicamente o maquinário. Não vimos esses cartazes, mas também não nos atemos a isso. O foco era extinguir o incêndio. Agora a causa do incêndio deve ser investigada pela polícia”, explicou a assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros.

A Polícia Militar, através do aspirante Moreno, do 7º Batalhão, responsável pela área em que está situado o CT Edmo Pinheiro, explicou que a polícia não foi acionada pelo Goiás Esporte Clube para averiguar a motivação do incêndio.

“Fiquei sabendo do ocorrido pela imprensa. Polícia Militar e Polícia Civil não foram acionadas. Eu cheguei a ir lá no CT do Parque Anhanguera, mas o que colhi de informação dos funcionários é que apenas os bombeiros estiveram lá”, frisou o aspirante Moreno, do 7º Batalhão da Polícia Militar de Goiás.

De acordo com a assessoria do Goiás, o prejuízo está na casa dos R$ 300 mil, pelo maquinário que foi queimado no incêndio. A Casa do Atleta é uma obra que está sendo realizado pelo clube esmeraldino para abrigar jovens jogadores das categorias de base e terá acomodação para 48 garotos.

Polícia Civil confirma atentado, mas diz não ter suspeitos:

O Goiás registrou queixa na Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) sobre o incêndio nas obras do CT. A Polícia Civil iniciou as investigações, fez uma perícia no local, e descartou a hipótese de acidente.

O delegado-adjunto da Deic, Glaydson Carvalho, explicou que o Goiás sofreu um atentado, mas que a polícia ainda não consegue apontar suspeitos. “Alguém entrou e colocou fogo. Foram deixados cartazes em tom ameaçador, mas ainda não há suspeito. Podem ser manifestantes, pode ser algo ligado às torcidas organizadas, mas ainda é muito cedo para apontar. Precisamos dar sequência às investigações”, frisou.

Fonte: Portal Terra

 

https://blogsci.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: