Ir para conteúdo

Incêndio destrói supermercado em avenida de Barrinha, SP

Corpo de Bombeiros levou 2h30 para controlar chamas no estabelecimento.
Segundo dono, comércio não possuía seguro e causas são investigadas.

250416_1

Um incêndio destruiu um supermercado na noite de quinta-feira (21), na Avenida Américo Dezorzi, em Barrinha (SP). Segundo o Corpo de Bombeiros, mesmo o que não foi queimado pelo fogo, estragou pela fumaça e pela água.

De acordo com o sargento Paulo César, o foco do incêndio estava nas gôndolas do supermercado. “Como tinha muita fumaça, a gente não conseguiu visualizar direito em qual parte das gôndolas, que tipo de produto estava queimando”, afirmou.

O fogo foi difícil de ser controlado pelas equipes dos bombeiros. “O incêndio desse tipo em supermercado é muito difícil controlar, porque há vários tipos de materiais, e todos que tinham ali dentro são materiais combustíveis, e as chamas são de difícil extinção”, disse César.

O incêndio foi controlado após 2h30, com apoio de caminhões-pipa da Prefeitura de Barrinha e de uma usina.

Testemunhas
De acordo com o empresário Marcos Eliseu Dias, que mora próximo ao supermercado, ele e outros vizinhos tentaram abrir o estabelecimento para controlar as chamas.

“Nós tentamos destruir o cadeado com uma alavanca, mas não conseguimos. Precisamos sair, porque começou a estourar. Se nós conseguíssemos abrir o cadeado, conseguiríamos apagar, mas não deu certo e aí não deu para fazer nada”, afirmou.

Supermercado sem seguro
Segundo o dono do estabelecimento, Israel Delamarta, o estabelecimento não apresentava nenhum problema que pudesse dar início ao incêndio. “Estava tudo normal, possivelmente, pelo o que falam, o fogo começou nos caixas. Mas, não tinha nenhum problema.”

De acordo com Delamarta, o supermercado não possui seguro. “Não tenho seguro de estabelecimento, apenas dos funcionários. Porque, realmente, não imaginava que iria acontecer isso”.

Segundo o sargento do Corpo de Bombeiros, a estrutura do estabelecimento não foi abalada, mas foi preciso quebrar as janelas para a fumaça sair e controlar o fogo. “Nós quebramos as janelas para fazer a ventilação para a fumaça poder sair, pois ela gera calor, e ele alimenta as chamas”.

De acordo com Paulo César, a perícia irá até o local para fazer uma investigação técnica e apurar as causas do incêndio.

Corpo de Bombeiros contou com o apoio de um caminhão-pipa para controlar as chamas do estabelecimento (Foto: Fábio Júnior/EPTV)
Corpo de Bombeiros contou com o apoio de um caminhão-pipa para controlar as chamas do estabelecimento (Foto: Fábio Júnior/EPTV)
Segundo Sargento do Corpo de Bombeiros Paulo César, os produtos que não foram queimados, foram prejudicados pela fumaça que se formou no local (Foto: Fábio Júnior/EPTV)
Segundo Sargento do Corpo de Bombeiros Paulo César, os produtos que não foram queimados, foram prejudicados pela fumaça que se formou no local (Foto: Fábio Júnior/EPTV)

Fonte: G1 Globo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: