Ir para conteúdo

Incêndio em loja tumultua o centro comercial de Alcântara

Fotos: Sandro Nascimento

07 05 2016 Incêndio na Giro no centro do Alcantara SN (1)

07 05 2016 Incêndio na Giro no centro do Alcantara SN (1)

07 05 2016 Incêndio na Giro no centro do Alcantara SN (1)

07 05 2016 Incêndio na Giro no centro do Alcantara SN (1)

Em plena véspera do Dia das Mães, quando centenas de pessoas circulavam pelo Centro Comercial do Alcântara, um incêndio – de origem ainda desconhecida – em uma loja de utilidades daquele bairro causou pânico na região e mobilizou equipes de quatro quartéis do Corpo de Bombeiros, entre a manhã e o início da tarde de ontem. Por volta de 11h, as chamas começaram a se propagar rapidamente na filial ‘Giro Lar e Lazer’, na Rua Silvio Romero. A suspeita é que um curto-circuito no sistema elétrico tenha ocasionado o incidente.

Vendedores e clientes que estavam no local disseram que foi tudo muito rápido. Segundo eles, o incêndio teria começado na parte de trás da loja, e eles só perceberam porque sentiram o cheiro forte de fumaça, e evacuaram a loja. “Foi tudo muito rápido, não deu tempo de ver nada, só pensamos em nos salvar”, afirmou a maior parte dos vendedores. Todos estavam em estado de choque, e mal conseguiam explicar o que aconteceu.

O fogo se alastrou rapidamente, pois havia muito material inflamável como colchões, sofás e de plástico. Os trabalhadores continuaram no local para tentar salvar o pouco que restou. Uma grande e intensa nuvem de fumaça tomou conta de toda a área, e acabou refletindo no fechamento de outras lojas e de um curso de computação gráfica  que fica ao lado do local.

“Começou a vir cheiro de fumaça, achei que não fosse nada sério. Quando vi a fumaça preta e as pessoas desesperadas, percebi a gravidade da coisa”, contou o professor do curso, Marcos Vinícius de 23 anos. Os bombeiros do quartel de São Gonçalo chegaram rapidamente no local, porém precisaram de reforços devido a gravidade da situação. Aturam também o quartel do Colubandê, São Cristóvão e Caju.

O Tenente Coronel Marcus Daco, do Quartel Central, estava fazendo compras na região quando viu a fumaça, e decidiu ajudar, mesmo não estando em serviço. “Bombeiro é bombeiro o tempo todo, não tem jeito”, contou o oficial. O ocorrido gerou uma grande concentração de curiosos no local, e apesar do grande susto, não houve feridos.

Fonte: O São Gonçalo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: