Ir para conteúdo

Borracharia é destruída após incêndio em Várzea Grande (MT)

15 bombeiros de Cuiabá e de Várzea Grande foram enviados ao local. Fogo começou no fim da tarde de domingo (21) e se alastrou.

Borracharia ficou destruída após incêndio em Várzea Grande (MT) (Foto: Reprodução/TVCA)

Uma borracharia ficou destruída na noite deste domingo (21) depois de um incêndio no Bairro Mapim, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo começou no fim da tarde e se alastrou rapidamente. Alguns focos de fumaça e pequenas chamas eram vistas ainda durante a madrugada desta segunda-feira (22). Ninguém ficou ferido.

O estabelecimento, que funciona como borracharia e recapadora, estava fechada no momento em que o incêndio começou. A principal hipótese é de que tenha ocorrido um curto circuito que provocou o incêndio. No entanto, uma perícia deve ser feita no local e vai identificar o que iniciou as chamas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, 15 militares, de Várzea Grande e de Cuiabá, foram enviados ao local para controlar o incêndio e evitar que as chamas atingissem outros estabelecimentos ou residências.

“Foram, aproximadamente, três horas e meia para o combate às chamas. Mais ou menos 15 homens envolvidos no trabalho. Fazemos o trabalho de resfriamento nas regiões ao redor, para que as casas que estão próximas ao local não sejam atingidas”, disse o tenente do Corpo de Bombeiros, Leonardo Cuiabano.

O proprietário da borracharia foi localizado e ajudou os bombeiros no trabalho de rescaldo do incêndio.

Fonte: G1 Globo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: