Ir para conteúdo

Incêndio na Vila Canaã pode ter sido causado por curto-circuito em loja de peças, diz bombeiro

Equipes combateram o fogo após 4h. Pelo menos nove estabelecimentos foram atingidos.

O major Hélio Gonzaga Júnior, que comandou o trabalho de combate ao incêndio de grandes proporções na Vila Canaã, em Goiânia, afirmou, nesta quarta-feira (16), que o fogo pode ter sido causado por um curto-circuito em uma loja de peças. De acordo com ele, nove estabelecimentos foram atingidos e, felizmente, ninguém se feriu.

“O incêndio começou na parte do mezanino. Já foi acionado o Serviço de Investigação de Incêndios do Corpo de Bombeiros, visando também fazer este levantamento para que a gente possa estar levantando as causas do incêndio. Tudo indica que possa ser um curto-circuito”, afirmou o bombeiro em entrevista à TV Anhanguera.

O incêndio começou na tarde de terça-feira (15), em um estabelecimento da Avenida Salvador Batalha, na Vila Canaã. O fogo só foi controlado quatro horas depois, às 21h30. De acordo com a corporação, foram usados na operação11 veículos e 35 militares no combate ao fogo.

Até as 2h desta quarta-feira, todo o bairro estava sem energia, já que o fornecimento foi suspenso para evitar que o fogo se propagasse. A dona de casa Maria da Paz improvisou uma vela e uma lanterna para não ficar no escuro, e disse que se assustou como fogo.

“Fiquei com muito medo, fiquei porque o fogo foi muito alto. A fumaça foi muito intensa”, afirmou.

Houve interdição total do trânsito nas duas vias na altura da intersecção até por volta de 21h30, quando foram encerrados os trabalhos.

O dono de um dos estabelecimentos mais destruídos ficou sentado na calçada, acompanhando o trabalho dos bombeiros. Emocionado, ele disse que vai ter que recomeçar a vida.

“Perdi tudo, acabou com tudo. Tirar forças de Deus e começar tudo de novo, porque não podemos parar”, desabafou.

Incêndio de grandes proporções atingiu lojas da Vila Canaã (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Irregularidades

De acordo com o coronel Carlos Helbingen, a maioria dos estabelecimentos afetados estavam com irregularidades nas normas de segurança e prevenção de incêndios, e não possuíam a documentação necessária para funcionar.

“Infelizmente houve um grande dano. Lojas que estão de forma irregular, a maioria não tem certificação e faz as ações de forma que propiciam a potencializar este risco de incêndio”, afirmou o coronel.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil foi acionada e deve avaliar quais prédios estão em condições de funcionar e averiguar se há algum local cuja estrutura foi comprometida.

Lojas ficaram completamente destruídas, na Vila Canaã, em Goiânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Fonte: G1 Globo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: