Ir para conteúdo

Material plástico dificulta combate ao incêndio na transportadora em Sumaré

De acordo com o Corpo de Bombeiros, não há uma previsão de que horas eles vão conseguir controlar as chamas. Fogo teve início às 3h20 da madrugada.

Imagens aéreas do incêndio em Sumaré (Foto: Reprodução EPTV)

O Corpo de Bombeiros não tem uma previsão de quanto tempo precisará para controlar o incêndio em uma transportadora no bairro Picerno, em Sumaré (SP). As chamas começaram às 3h20 desta madrugada de sexta-feira (6) e os trabalhos se estendem por esta tarde, mas podem avançar pela noite, mas está descartada a hipótese de que as chamas se espalhem para outras empresas ou casas. Não há informações de feridos.

De acordo com o comandante dos bombeiros da região, Marcelo Jorge, o material que está em chamas é o polietileno, que se transforma em líquido, o que dificulta o combate das brigadas. O material está armazenado na empresa em paletes. Este material é base para outras indústrias do ramo de plásticos.

Apenas os bombeiros estão nas proximidades da empresa, já que uma fumaça tóxica está se espalhando com a força do vento. Há ainda risco de explosão.

Imagens aéreas do incêndio em Sumaré (Foto: Reprodução EPTV)

O início

O fogo começou por volta das 3h20, segundo os brigadistas. O depósito mais atingido já foi destruído. Algumas explosões foram ouvidas e uma parte da estrutura desabou.

De acordo com os bombeiros, como tem plástico armazenado, ocorrem estas explosões. Também há informações de gás de cozinha usado em empilhadeiras e garrafas de oxigênio, o que preocupam os combatentes das chamas. Bombeiros de empresas vizinhas se deslocaram para atuar no incêndio.

Morador de Sumaré para para fotografar com o celular incêndio na transportadora (Foto: Felipe Boldrini)

Bombeiros da capital

O Corpo de Bombeiros de São Paulo enviou duas viaturas Auto Bomba Tático e 22 homens para auxiliar no combate às chamas na transportadora de Sumaré. Os dois veículos podem auxiliar na contenção do fogo e na verificação do material que ainda está queimando, além de realizar o resfriamento, informou ao G1 o comando dos bombeiros na capital.

Ainda segundo os bombeiros, um maior contingente de homens pode ser enviado para o interior, mas isso depende da avaliação do comando local dos trabalhos. Nas primeiras horas de combate eram 40 homens e 16 unidades da região de Campinas no local.

Empresa de transportes em chamas em Sumaré (Foto: Paulo Gonçalves/EPTV)

Sem água na vizinhança

A BRK Ambiental, empresa que administra a distribuição de água em Sumaré, cortou o abastecimento do recurso para os moradores da região do Jardim Picerno, onde fica a transportadora.

De acordo com a empresa, para ajudar no combate ao incêndio à empresa está fornecendo água para os bombeiros, por isso, precisou cortar a água para os consumidores.

Os bairros afetados são: Jardim Basilicata, Jardim Conceição, Jardim das Orquídeas, Jardim Lucélia, Jardim Picerno I, Jardim Picerno II, Parque Residencial Campo Belo, Parque Residencial Virgínio Basso, Parque Rosa e Silva, Residencial Jardim Sumaré I, Residencial Jardim Sumaré II, Residencial Portal Bordon I e Residencial Portal Bordon II, Monte Alegre e Jardim Bela Vista. Para mais informações, os usuários devem ligar para o número 0800-7710001.

20 caminhões de água

De acordo com a Prefeitura de Sumaré, a Defesa Civil está ajudando no combate ao incêndio da empresa e 20 caminhões de água já foram utilizados nesta manhã. Ainda segundo a Administração, a empresa tem alvará para armazenar e transportar diversos tipos de materiais.

Funcionários retirados

De acordo com testemunhas e o Corpo de Bombeiros, os funcionários da empresa de logística e transporte de plástico foram retirados a tempo após o início do fogo.

Fumaça preta do incêndio em empresa de Sumaré (Foto: Reprodução EPTV)

Vizinhos assustados e fumaça

Vizinhos da transportadora atingida pelo incêndio acordaram assustados com o grande incêndio. A dona de casa Gabriela Amorim, que mora em Sumaré há 20 anos, diz que nunca viu algo parecido na cidade.

Ela conta que por volta das 5h30, a dela filha, ao sair para trabalhar, a chamou assustada. “Ela me disse :‘mãe! Está pegando fogo, corre aqui pra ver’. Assim que eu saí de casa, vi uma fumaça intensa e fiquei muito assustada”, relata Gabriela.

O autônomo Carlos Suvart, que mora a duas ruas do local atingido, diz que às 4h a fábrica já havia sido consumida pelas chamas.

“Mesmo de noite, dava para ver a fumaça por causa das labaredas. Naquela hora, já tinha bastante gente trabalhando, mas agora [às 10h] parece que o fogo até aumentou. A fumaça está muito forte”, detalha Suvart.

Segundo ele, quase todos os barracões da empresa já foram atingidos, e a preocupação é de que as chamas não cheguem às residências.“Tem bastante casa em volta, é um bairro residencial. Eu espero que não atinja nenhuma”, diz.

Bombeiros combate fogo em Sumaré (Foto: Márcio Silveira/EPTV)

Fonte: G1 Globo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: