Ir para conteúdo

Incêndio provoca vazamento tóxico e quarteirão é evacuado em SP

Incêndio aconteceu em Santos, no litoral de São Paulo. Informações preliminares apontam que o produto é altamente tóxico.

Um quarteirão foi evacuado após o galpão de uma marcenaria pegar fogo em Santos, no litoral de São Paulo, na madrugada desta segunda-feira (8), e causar vazamento de produtos químicos. Segundo apurado pelo G1, o local armazenava fosfeto de alumínio. Pessoas foram evacuadas e encaminhadas para uma unidade de saúde.

O caso aconteceu na Rua Doutor Cochrane, no Paquetá, por volta da 1h. Informações obtidas pelo G1 apontam que estavam armazenados no local cerca de três toneladas do fosfeto de alumínio de forma clandestina, que pertenceriam a uma empresa portuária, e seriam usados na área de navios. A autorização para o armazenamento ainda será apurada pelas autoridades.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, todo o quarteirão teve que ser isolado e os moradores foram obrigados a deixar suas casas, porque o vazamento pode prejudicar a saúde, uma vez que os produtos produzem um gás altamente tóxico. O incêndio não deixou vítimas fatais. Um ônibus foi disponibilizado para levar a população até a Santa Casa de Santos, onde passarão por avaliação.

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) foi acionada e já está no local atendendo a ocorrência. A Defesa Civil também está trabalhando para isolar o produto químico do local, com a deposição de areia e de lonas para diminuir os riscos de propagação. No momento, o fosfeto não prejudica mais os moradores do bairro.

Bombeiros apagaram as chamas em um armazém de madeira em Santos, SP — Foto: Nina Barbosa/G1

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Daniel Onias, a empresa trabalhava com reaproveitamento de paletes de madeira. Apenas por volta das 4h o responsável pelo galpão informou que haviam produtos químicos no local. O Corpo de Bombeiros foi acionado e chegou rapidamente ao local e trabalharam no combate às chamas.

A Santa Casa de Santos informa que as vítimas chegaram por volta das 8h30, e estão passando por triagem. Foram reservados dez leitos para internar os pacientes mais graves. Aqueles que não apresentaram lesões serão liberados após avaliação médica. “Estamos com uma equipe pronta no Posto de Pronto Atendimento para atender esses pacientes. Até o momento, chegaram 30 adultos e 11 crianças não apresentaram sinais de maior gravidade”.

A Defesa Civil informa que o incêndio na R. Dr. Cochrane teve início na madrugada desta segunda-feira (8). O fogo atingiu um galpão que fabricava móveis. Por volta das 4h, foi descoberto que além de madeiras, o local também abrigava uma substância chamada fosfeto de alumínio, que quando entra contato com a água se torna tóxica.

No momento, o fogo está controlado e as equipes dos bombeiros e da Defesa Civil continuam no local realizando os procedimentos necessários para eliminar qualquer foco de um novo incêndio. A CET informa momento a Rua Dr. Cochrane está interditada, entre a Rua João Pessoa e a General Câmara.

Área foi isolada após incêndio em armazém que armazenada produtos químicos em Santos, SP — Foto: G1 Santos

Fonte: G1 Globo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: